"ENTRE NÓS E AS PALAVRAS, O NOSSO DEVER DE FALAR" Mário Cesariny, in:Pena Capital
Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008
O conceito de crime económico

A Dra Maria José Morgado diz hoje que é urgente alterar o sistema judicial de modo a que possa ser  eficazmente julgado tudo o que se  refere aos denominados crimes de natureza económica.

Mas esquece-se a Dra de alargar o assunto e olhar bem para cima. É que este País é o que é graças ao exemplo superior, isto é, de quem nos pretende governar, de quem pretende implantar políticas económicas à custa de  atitudes que teremos que classificar de fraudulentas. 

Quem nos governa não tem o direito de ocultar determinadas formas de actuação económica a fim de chegar a determinadas percentagens de carácter pura e simplesmente político.

Com efeito, quando o Governo autoriza que as  empresas  petrolíferas não baixem justamente os preços de combustíveis não estão, perante todos nós a cometer um crime económico?

Quando os nossos Governantes autorizam que os  Bancos apliquem taxas vergonhosas nas contas dos seus clientes, sem antes informarem os mesmos, ou enviarem uma factura, não estão também no mesmo barco da fraude económica? (Tão ladrão é o que vai à vinha como o que fica à porta)

Quando não actualizam os preços das viaturas pelos preços praticados nos principais países da Europa não estão a roubar-nos a todos, em benefício dum pretenso equilíbrio orçamental de cariz  político?

Quando continuam com um IVA de 20% quando nos países vizinhos é mais baixo 5% e em Inglaterra vai baixar para 12,5%?

Não é isto uma fraude económica aplicada sobre todos os portugueses? Não é isto autenticamente criminoso?

Quando os Governos autorizam vencimentos imorais para gestores de empresas públicas e do Banco de Portugal (consulte infeliz Verdade) não estão a colaborar com um autêntico crime económico?

Por isso, Sra Dra. Maria José Morgado, comece por aí, pelos seus parceiros, para que o exemplo venha de cima.

Fraude económica é muito mais basta do que aquela que nos quer impingir. Quando o Governo da Nação  for rigoroso consigo próprio, ou seja, com todos nós, a partir daí pode exigir.

Sem isso, este País nunca mais se endireita.

Tenho dito.


tags:

publicado por lamire às 10:37
link do artigo | comentar | favorito
|

2 comentários:
De FF a 27 de Novembro de 2008 às 15:30
Concordo com o que dizes. É tudo para inglês ver. Porque na realidade as reformas são para os outros. Entristece-me que Portugal seja dos paizes em que o fosso entre pobres e ricos tenha aumentado com o "Socialismo". e que a nossa "saúde" tenha abaixo de si apenas a Roménia e a Bulgária.
FF.


De EVOLUÇÃO a 27 de Novembro de 2008 às 20:28
COMENTÁRIO a
“O CONCEITO DE CRIME ECONÓMICO”
Concordo plenamente com o texto e com as ideias.
Mas... a questão não depende de pessoas ou de partidos.
A questão depende do SISTEMA.
É urgente entender POLÍTICA E RELIGIÃO no seu conceito global, no respeito pelas Leis Universais, anuladas pelas Leis do Sistema que governa o Planeta.
As prepotentes Instituições Sócio-Político-Económico-Religiosas são causa e consequência do confronto desenfreado de ideias e valores pessoais.
O verdadeiro Crime é todo o procedimento que atenta contra o Processo Evolutivo do Universo. Nada tem a ver com as Leis dos Homens do Sistema.
A Nova Era exige e é inevitável o diluir de Partidos, Igrejas e Clubes na observância dos Valores Universais.
Há um ÚNICO SENTIDO DE VIDA.
Há um ÚNICO CÓDIGO DE CONDUTA.
Gostaria que surgisse espaço de debate para se entender o que diz O MESTRE sobre o assunto.
A qualidade das águas do Oceano depende da qualidade de cada gota.
O Sistema que nos governa depende dos valores de cada um de nós.
A Sociedade depende de seus Mestres, mas os Mestres são opção da sociedade.
Quem de nós se preocupa com as Desigualdades/Injustiças Sociais na sua própria relação com os outros?
Quem se preocupa em educar/ensinar a tomar consciência das Injustiças Sociais com que deparamos no dia a dia, na nossa relação com os outros?
Eu tenho que mudar a minha atitude, ajudar o meu amigo, o meu vizinho, até mudar a minha terra, o meu país, o Planeta, o Universo.
Eu sou uma pequena partícula do Universo a caminho da Origem no Infinito.
.joseSGomes
http://viagem7.blogspot.com


Comentar post

Sempre em roda
Molhobico
Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


pesquisar
 
Molha o bico aqui:
links
artigos recentes

A GRANDE MINA DA EDP

Os Moralistas

Tomada de Posse do Presid...

12 de Março de 2011 - Um ...

Portal do cidadão! Inacre...

Estudo do Economista Álva...

O Diário do Professor Arn...

Casa de férias do Sr. Sil...

Alguém se Candidata a ser...

Reformas na Suíça com tec...

A mania saloia dos diplom...

Cavaco ganhou €147 mil co...

TC critica despesa injust...

Vamos pôr a EDP na Linha!...

Cum carago!

A EDP e os PRÉMIOS!

Os nossos maiores emprega...

O desperdício de Lisboa

Bem Prega "Frei Tomás"!.....

Viva a Maria !!!

4 Vergonhas

CHULICE

"Manso é a tua tia, pá!"

Prestação Familiar?? Vão ...

Mulher com "Tomates"

arquivos

Julho 2011

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Setembro 2002

Novembro 2001

Setembro 2001

Março 2001

Dezembro 2000

Setembro 2000

Junho 2000

Fevereiro 2000

Dezembro 1999

Outubro 1999

Agosto 1998

Abril 1998

Março 1998

Fevereiro 1998

Outubro 1997

Julho 1997

Junho 1997

Maio 1997

Abril 1997

Janeiro 1997

Junho 1996

tags

todas as tags

o nosso email
molhobicopower@sapo.pt
mais comentados
subscrever feeds