"ENTRE NÓS E AS PALAVRAS, O NOSSO DEVER DE FALAR" Mário Cesariny, in:Pena Capital
Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008
Parabéns à Telegrafia Sem Fios (TSF)

Esta crónica foi escrita em 2004. Alguns nomes estão portanto fora do contexto actual, como p. ex. o Fernando Correia, o que não quer dizer que não continue a ter por ele a mesma admiração:

--------------------------

 

Na minha aldeia a electricidade chegou tarde, para mim.

As primeiras letras escrevi-as à luz da candeia, pendurada ali no prego, por baixo da chaminé da cozinha.

A candeia tinha que servir para tudo. Para ler, para rezar, para tratar dos "ganaus", para tudo. Uma candeia só.

Mais tarde, o pai comprou um candeeiro de chaminé, com regulação da chama. Já era a petróleo. O Petromax não chegou a ser luxo da casa. Só o prior e a Igreja é que tinha uma luz dessas.

Estou convencido que se a electricidade tivesse demorado um pouco mais, o pai tinha-se empenhado na compra dessa iluminação. Mas não foi preciso.

A luz chegou e o electricista convenceu o pai a comprar um rádio. Já lá vão quarenta e tais. O rádio ainda lá está.

Não sabia que maravilha era aquela. Pensava eu que aqueles locutores estavam ali dentro. Por outro lado a caixa era demasiado pequena para isso. E pouco a pouco fui-me habituando a admirar aquela caixa.

O pai abalançou-se na compra porque assim sempre ligava na Rádio Renascença para ouvir o terço às 18:30. É que ele gostava de acompanhar os cânticos.

As mulheres era a Gata Borralheira que as apaixonava. Antes só se podia ouvir no rádio do automóvel do senhor vigário. Agora a novela tinha evoluído, porque já chegava a casa... até hoje.

E eu fui-me habituando a respeitar aquela caixa. Á hora do almoço eram os Parodiantes de Lisboa, e não se perdia uma do "Patilhas e Ventoinha".

Mais tarde, o meu conhecimento evoluiu. Coimbra rasgou-me o horizonte e comecei a entrar naquela caixa. O Braga da Cruz, o amigo Sansão Coelho, o Saraiva Coutinho, entre outros, familiarizaram-me com a "caixa".

Fui crescendo e nunca deixei de admirar a caixa. O António Sala foi dos primeiros que conheci nesta Lisboa. O homem da rádio, das cantigas, da Imavox, da Rossini, e depois, do Despertar com a Olga Cardoso.

E cada vez mais fui-me habituando a tratar a "caixa" como companheira. Descobri a TSF nas noites solitárias do meu destino.

E a TSF fez-me  gostar  ainda mais dela. O "Postigo" era uma porta aberta pelo Fernando Alves que me ligou por completo à "caixa".

E a forma como as notícias aí se vão passando, mais me agarram ao 89,5, ou 107,4, ainda mais acima o 105,9 ou o 106,3, ondas memorizadas na caixa companheira das minhas viagens.

Sempre que posso não perco o Forum, ou nele participo.

O Fernando Correia é outro polo dessa caixa, a que chamo o quarto crescente da Bancada Central. Sim, porque se não fosse essa meia lua da letra B, muitas vezes os intervenientes a tornavam em Pancada Central.

Muito poderia dizer dos 16 anos dessa rádio companheira de viagem, dos programas culturais, da voz moderadora do Carlos Magno, do nascimento do "Acontece - deixem que o chame assim" das manhãs de domingo, com o Carlos Pinto Coelho, entre muitos outros que vou acompanhando.

Parabéns ao Emídio Rangel. A ele se deve a iniciativa. Não é fácil manter uma rádio como a TSF. Não é fácil ser bom em Portugal. Parabéns, também ao Carlos Andrade.

Mas 16 anos são 16 anos. Já se faz história.

Vou continuar a amar a caixa. Amante do meu destino, companheira de viagem, modeladora do meu pensamento, com a qual quero continuar a viver.

Tudo isto para vos dizer que a TSF está de parabéns por mais este aniversário.

António Simões (29Fev04)



publicado por lamire às 07:53
link do artigo | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Ansião News a 29 de Fevereiro de 2008 às 11:40
Parabéns á TSF.


Comentar post

Sempre em roda
Molhobico
Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


pesquisar
 
Molha o bico aqui:
links
artigos recentes

A GRANDE MINA DA EDP

Os Moralistas

Tomada de Posse do Presid...

12 de Março de 2011 - Um ...

Portal do cidadão! Inacre...

Estudo do Economista Álva...

O Diário do Professor Arn...

Casa de férias do Sr. Sil...

Alguém se Candidata a ser...

Reformas na Suíça com tec...

A mania saloia dos diplom...

Cavaco ganhou €147 mil co...

TC critica despesa injust...

Vamos pôr a EDP na Linha!...

Cum carago!

A EDP e os PRÉMIOS!

Os nossos maiores emprega...

O desperdício de Lisboa

Bem Prega "Frei Tomás"!.....

Viva a Maria !!!

4 Vergonhas

CHULICE

"Manso é a tua tia, pá!"

Prestação Familiar?? Vão ...

Mulher com "Tomates"

arquivos

Julho 2011

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Setembro 2002

Novembro 2001

Setembro 2001

Março 2001

Dezembro 2000

Setembro 2000

Junho 2000

Fevereiro 2000

Dezembro 1999

Outubro 1999

Agosto 1998

Abril 1998

Março 1998

Fevereiro 1998

Outubro 1997

Julho 1997

Junho 1997

Maio 1997

Abril 1997

Janeiro 1997

Junho 1996

tags

todas as tags

o nosso email
molhobicopower@sapo.pt
mais comentados
subscrever feeds