"ENTRE NÓS E AS PALAVRAS, O NOSSO DEVER DE FALAR" Mário Cesariny, in:Pena Capital
Quinta-feira, 15 de Março de 2001
A importância do telemóvel
HISTÓRIAS DA VIDA REAL
Rodapé: Esta história é caricata, um pouco até, demasiado pessoal. Mas sempre que a recordo, rio-me tanto que não me contenho de vos contar.
Foi em agosto. Eu estava a trabalhar em Faro. Uma bela Quarta feira, depois de jantar, regressava à pensão Samé, quando começo a sentir uma forte indisposição. As dores abdominais e as convulsões eram tão fortes que nunca antes assim tinha sentido.

Os vómitos e a diarreia eram constantes que fui obrigado a chamar um táxi e recorrer às urgências do Hospital.

            A sala de entrada das urgências é espaçosa, com um grande balcão corrido, num dos lados, onde se encontram os serviços de atendimento, e do outro, vários bancos são dispostos como se de uma plateia se tratasse, virada para a TV.

            Depois da identificação e do pagamento da taxa de mil escudos, ali me sento à espera.

            Mas eis que sou obrigado a recorrer à “casa de banho”. Estava desocupada. Sento-me na sanita, e com a mão seguro a porta, que, por razões óbvias, não tem fechadura. Pouco a pouco os meus olhos filmam o local. O chão está cheio de bolas de algodão sujo de sangue ou mercúrio. Na parede lateral, o tambor do papel higiénico.

Entro em pânico. O tambor está vazio!

-  Como é que vou sair desta?
O tempo passa e aparece alguém para urinar.
-  Ó amigo, é capaz de me pedir aí dentro papel higiénico?
O homem olhou discretamente e lá pensou que era para os “apanhados” ou que eu era maluco, apertou as calças, saiu e fez-se silêncio.
Vai passando o tempo e uma feliz ideia me ocorre. O telemóvel!
Agarro no recibo da taxa e procuro na direcção, o nº de telefone do Hospital. Não tem.
Ligo para o 211180000. Peço o nº de telefone do Hospital, que logo marco.
Do outro lado:

- O nº que marcou não se encontra atribuído.

Então ligo para o 112. Explico a situação e dão-me o nº dos Bombeiros , que esses deveriam ter o nº do Hospital.
Assim procedo e lá me atende a telefonista da recepção do Hospital.
Expliquei a minha situação – sentado na sanita há cerca de 20 minutos, e que não existia papel higiénico!
-  Mas onde é que eu agora vou arranjar isso? Os serviços de higiene estão fechados a esta hora (22.30). Mas eu vou tratar disso.
 
Passaram mais 15 minutos e nada. Volto a telefonar.
E diz-me a telefonista:
-  Então o segurança não foi aí?! Eu vou voltar a telefonar-lhe.
 
Mais um quarto de hora, e eis que, de repente, me começam a empurrar a porta bruscamente.
-   Ei amigo! Está ocupado! – digo eu.
-   Mas é para lhe abrir a porta! Disseram-me que estava aqui alguém trancado.
-   Estou aqui trancado mas é por falta de papel higiénico.
-   Mas onde é que eu agora o vou arranjar? Os serviços de higiene estão fechados!
Lá foi embora e, passado u m pouco, aparece-me com um grande rolo, daqueles usados nas máquinas para limpar as mãos.
-  Olhe, desenrasque-se! É o que consegui.
E lá me desenrasquei.

Voltei para a “plateia”, rindo-me interiormente pela situação. E assim, o problema que ali me tinha trazido estava a passar. Pedi à empregada de serviço para anular o meu pedido, uma vez que já tinha passado cerca de hora e meia e me sentia melhor.

Que não era possível reaver os mil escudos, a não ser que fosse no dia seguinte aos serviços centrais.

Tenho tempo para pedir o livro de reclamações. Dão-me uma folha e lá relatei o que vos disse atrás.

Passados alguns minutos, fui chamado pelos altifalantes. Era um médico espanhol – José António Maestro. Fui, efectivamente, bem atendido. A injecção que levei já não teria sido necessária, possivelmente.

Mas valeu a pena. Fartei-me de rir e ainda hoje acho piada.



publicado por lamire às 02:26
link do artigo | comentar | favorito
|

Sempre em roda
Molhobico
Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


pesquisar
 
Molha o bico aqui:
links
artigos recentes

A GRANDE MINA DA EDP

Os Moralistas

Tomada de Posse do Presid...

12 de Março de 2011 - Um ...

Portal do cidadão! Inacre...

Estudo do Economista Álva...

O Diário do Professor Arn...

Casa de férias do Sr. Sil...

Alguém se Candidata a ser...

Reformas na Suíça com tec...

A mania saloia dos diplom...

Cavaco ganhou €147 mil co...

TC critica despesa injust...

Vamos pôr a EDP na Linha!...

Cum carago!

A EDP e os PRÉMIOS!

Os nossos maiores emprega...

O desperdício de Lisboa

Bem Prega "Frei Tomás"!.....

Viva a Maria !!!

4 Vergonhas

CHULICE

"Manso é a tua tia, pá!"

Prestação Familiar?? Vão ...

Mulher com "Tomates"

arquivos

Julho 2011

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Setembro 2002

Novembro 2001

Setembro 2001

Março 2001

Dezembro 2000

Setembro 2000

Junho 2000

Fevereiro 2000

Dezembro 1999

Outubro 1999

Agosto 1998

Abril 1998

Março 1998

Fevereiro 1998

Outubro 1997

Julho 1997

Junho 1997

Maio 1997

Abril 1997

Janeiro 1997

Junho 1996

tags

todas as tags

o nosso email
molhobicopower@sapo.pt
mais comentados
subscrever feeds